O tempo das trevas

Fechada a razão num círculo de lume
espelhou-se o reflexo das chamas nos vidros das catedrais
festejando na fogueira a imobilidade dos astros.

Debruçados nos altares, em vestes divinas disfarçados
demónios domesticados riram de gozo e clamaram
aos deuses coloridos dos vitrais.

Trevas que enredaram o poder da carne
e fecharam mulheres em gaiolas de pau e de arame.

Foto de Fez Brook no Pexels

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.